Cortometraje: “Uma História de Futebol” (1998)


Uma História de Futebol es un cortometraje de Brasil (1998) producida y dirigida por Paul Machline. Cuenta la historia de Pelé.

Sinopse: “Zuza é um menino como tantos outros. Adora se reunir com os colegas para uma partida de futebol. Mas, quando chegamos às páginas finais do livro, percebemos que, na verdade, Zuza não é como os outros. Afinal, você conhece algum outro menino que tenha jogado futebol com Pelé? Zuza jogou. E era o melhor amigo de Dico, apelido de infância de Edson Arantes do Nascimento, que, ao crescer, ficou famoso nos quatro cantos do mundo como ‘O Rei Pelé’. Esta novela, como bem define Ana Maria Machado, trata de começos. Começo de vida nova, começo de carreira. Mas nela nada é exatamente o que parece à primeira vista. Como se de algum modo houvesse um jogo de revelar e ocultar, uma brincadeira de esconde-esconde. O jeito é entrar no jogo e ir descobrindo aos poucos. Enquanto vamos recolhendo as pistas, descobrindo o encoberto, nos deliciando com as aventuras desta turminha de Bauru, o tempo vai passando na vida de Zuza, Dico e demais garotos.”

A história narra as aventuras e peripécias diárias de Zuza e Dico, amigos inseparáveis que amavam o futebol. Zuza era muito ruim e Dico excelente. Zuza, também era sempre o último a ser escolhido na pelada, essa parte eu me identifiquei bastante. Risos. Os meninos moravam bem próximos e todos os dias Dico assobiava na frente da casa de Zuza (código inventado para que a mãe de Zuza não descobrisse que ele iria jogar futebol, pois ela queria que ele estudasse matemática).

Algo interessante que eu ainda não tinha mencionado, é que Dico, era o apelido de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. Toda a narrativa se passa em meados de 1950 e nesse ano, como todos sabem, o Brasil perdeu a copa jogando em casa para o Uruguai. Inclusive Dico, após ver seu pai chorando por causa da derrota da nossa seleção, prometeu a ele que um dia traria a taça para o Brasil. Feito que ele ajudou a conseguir em 1958, ano da conquista da nossa primeira Copa do Mundo. Isso serve até como consolo diante da derrota que sofremos terça-feira (08/07/14), após ter perdido a final para o Uruguai em 1950, a Seleção Brasileira juntou os cacos e se tornou uma geração de craques e máquina de vitórias. Cabe agora analisarmos nossas forças e fraquezas, oportunidades e ameaças, com o objetivo de acharmos novamente o caminho das conquistas.

10culturados.com

WebDesigner
WebDesigner

117861509_1GG

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s